Tuesday, October 27, 2009

Peculiaridades da línuga Portuguesa



A língua portuguesa é a única língua - pelo que sei - em que o verbo comum para o ato de ingerir alimentos, também quer dizer transar. Esta dupla significação curiosa faz com que muitos desenhos, contas de fadas, e historinhas para crianças que se trata de monstros com um apetito por humanos soem vulgares quando traduzido ao português.

Quando eu fiquei sabendo da outra conotação do verbo comer eu pensei imediatamente em aquela feiticeira má de "Hansel and Gretel" com seu apetito insaciável para crianças , o gigante de "Jack and the Beanstalk" que devora homens, e o lobo mau de "Little Red Riding Hood"(chapeuzinho vermelho) que acaba comendo a menina e a avó dela. Todas essas historias que eu lembro da minha infância se tornam perversos se sejam interpretados de um ponto de vista lusófono.

Deve ser um desafio mesmo para tradutores traduzirem coisas assim sem parecer meio pornográficos. Pelo que vi no vídeo acima de um desenho popular dublado em português, não tem como evitar.

"Vou te comer. Agora eu tô afim!"

4 comments:

hallancs said...

Acho que tinha como evitar sim. Era só usar a palavra "devorar". Na história do chapeuzinho vermelho, há a palavra "devorar" ao invés de "comer" ! hehehe

Eu acho que o tradutor fez de propósito! hahaha

Carlucio said...

Comer e giria no brasil, se voce falar para um portugues ou angolano que quer comer ele, ele vai pensar que voce e um canibal.

Anonymous said...

Oi!

Isso não é peculiaridade da língua portuguesa, também acontece em espanhol e tenho certeza disso pois essa é a minha língua materna (sou uruguaia)

"Comer" em espanhol também pode querer dizer "transar" ou "ficar"(não no sentido de "to stay")

Pelo menos no Uruguai e na Argentina (e também noutros lugares mas não tão fecuentemente) "comer" é muito usado nesse sentido.

Também acho probável que esse duplo sentido esteja em outras línguas romances, pelomenos nalguma língua ibérica (memsmo que talvez na Espanha comer não seja muito usado neste sentido)ou nalgum crioulo baseado no português ou do espanhol.

Na história do Capeuzinho vermelho (Caperucita Roja em espanhol)a tradução em espanhol também é "devorar" e não "comer".


Silvina

Anonymous said...

Nesses casos, o contexto mostra que o comer é no sentido "alimentar" mesmo, e não soa tão chulo como você está imaginando.